Portal Lou de Olivier - Vinte e um anos no ar - de 1996 a 2017
   Casa
Depois de vinte e um anos no ar, o Portal Lou de Olivier e todos os seus sites e subsites estão em reformulação. Saiba porque:
Desde final da década de 70, Lou de Olivier dedicou-se à pesquisas de utilidade pública. São dela as descobertas da Dislexia Adquirida (hoje aceita oficialmente pela Ciência da Saúde), da Brinquedoteca aliada à aprendizagem, da Anoxia Perinatal/Hipóxia Neonatal desencadeando distúrbios de aprendizagem,  dos sintomas de TOC (Transtorno Obsessivo-Compulsivo) desencadeados por toxicomania, da aplicação da Arteterapia e Musicoterapia no tratamento de crianças com síndrome de Down, além do autismo e, entre muitos outros feitos históricos, a criação da Técnica da Multiterapia que revolucionou a maneira de atendimento aos pacientes que mudaram sua vida para melhor.

Como Acadêmica também deixou sua marca em inúmeros artigos e dossiês publicados em diversas revistas  e jornais especializados no Brasil e exterior, especialmente Portugal e Inglaterra.

Nas Artes, Lou colaborou com a criação e produção de grandes musicais entre os quais "Calor do Sol em Manhattan" que entrou para a história integrando a Enciclopédia de Literatura Brasileira Volume I. Também nesta Enciclopédia constam suas peças teatrais "Os Alienados", "Três contos que eu vou te contar (A Cinderela que não era Bela porque era Branca demais)", sendo que estes dois textos tem sido montados por diversas companhias teatrais no Brasil e em Portugal desde sua criação em 1998 e 1985  respectivamente até os dias de hoje. Outros textos de destaque no teatro são: "Eu inteiro, metade de mim", "Nunca em Los Angeles" e entre os romances de sucesso "Planos para o passado". Lou é também pioneira da TV brasileira e da Música mundial, foi a primeira criança a gravar um vinil com apenas dois anos e nove meses e lançá-lo ao completar três anos. Também foi a primeira cantora a ter uma música proibida de execução na Ditadura, com apenas três anos de idade.

Ganhou mais de cinquenta troféus e/ou diplomas de honra nacionais e quatro internacionais e sua biografia consta em livros oficiais como Dicionário de mulheres, Livro Brasil de todos os povos/São Paulo, sua História, seus monumentos - Destaques e Personalidades, além da já citada Enciclopédia de Literatura Brasileira. 


Diante de tantos feitos históricos Lou de Olivier deveria ter uma renda milionária, porém não tem. Leva uma vida muito simples, sempre doando aos mais necessitados e com uma renda irrisória que vem de seus livros e e-books, Por isso, durante todos esses anos, Lou de Olivier sustentou o portal, todos os subsites e sites e também as doações que faz, (em geral a crianças com deficiência intelectual e aos animais abandonados), com os poucos recursos próprios sem ter lucro em nenhum momento. 

Recentemente descobrimos que um de seus e-books, que anteriormente foi um PPS e um curso online desde 1997 (Brinquedoteca aliada à aprendizagem) foi totalmente copiado por diversos sites sem sua autorização,  sem sequer seu conhecimento, sites estes que oferecem "cursos grátis" e ganham dinheiro vendendo certificados e diplomas de "cursos livres". Antes deste episódio, uma faculdade paulista e um simpósio ofereceram o curso "Psicopedagogia e Arteterapia" e "A Arte de curar pela Arte" respectivamente utilizando todo o conteúdo (e o título original) da pesquisa de Lou de Olivier (desde 1984) que posteriormente se tornou o livro de sua autoria Psicopedagogia e Arteterapia - Teoria e Prática na aplicação em Clínicas e Escolas.  Estes são só alguns dos furtos que Lou de Olivier vem sofrendo desde que iniciou publicações há quase quarenta anos. Além de não ter remuneração justa por suas pesquisas e publicações (todas devidamente registradas) ainda tem seus conteúdos (re) publicados como sendo de terceiros. E o furto maior tem sido em relação a sua Técnica de Multiterapia. Durante anos este nome "Multiterapia" vem sendo usado e divulgado de forma deturpada por clínicas que se intitulam como Multiterapia, mas aplicam a ultrapassada técnica Multidisciplinar ou algumas até em estética, ultimamente já se anunciam até "multiterapia capilar" numa afronta a quase quarenta anos de pesquisa de Lou de Olivier, pesquisa esta aceita e consagrada internacionalmente, registrada nacionalmente e merecedora de elogios e não de deboches de quem não tem condição de aplicá-la e precisa utilizar-se deste nome e do prestígio de Lou de Olivier para oferecer simples serviços multidisciplinares. 

Diante desses episódios, só nos resta retirar o portal e todos os sites e subsites do ar e reformulá-los de modo que o conteúdo tenha mais proteção. Os e-books serão também reformulados e, num futuro ainda a definir, talvez voltem a constar neste portal.

Lamentamos o descaso de órgãos que deveriam proteger o autor verdadeiro e por uma pequena taxa registram textos já registrados e amplamente divulgados gerando uma disputa que não ocorreria se tivessem organização. E contamos com a compreensão de todos. Tão logo decidamos pelo retorno do Portal faremos comunicado público.